domingo, 14 de junho de 2009

MAGIA, INVOCAÇÃO E ORAÇÕES

Arcanjo Uriel


Arcanjos: Rafael, Miguel e Gabriel

Magia cerimonial e tradições folclóricas que utilizam palavras e talimãs há muito têm sido invocados para supostamente atrair o poder dos anjos.
Por exemplo, a arrumação de círculos para proteção é uma prática antiga usada por magos como meio de deixar de fora as energias e entidades negativas.
Durante o período medieval ocidental, por exemplo, os círculos eram desenhados no chão ao redor de pessoas muito doentes e ao redor de recém-nascidos e suas mães para protegê-los das forças demoníacas.
Uma parte comum da arrumação de círculos envolve a invocação de poderes direcionais.
Tradicionalmente, os quatro arcanjos principais estavam associados às quatro direções: Rafael rege o Leste, Miguel rege o Sul, Gabriel rege o Oeste e Uriel o Norte.
Quando um mago prepara um círculo, os quatro poderes angelicais são invocados a partir de cada uma das quatro direções.
A invocação das energias direcionais pode ocorrer enquanto o círculo está sendo desenhado, ou como uma etapa separada na operação.
Quando o mago começa formalmente a desenhar o círculo, ele se vira para um dos pontos cardeais (geralmente o Leste) no perímetro do círculo, estende um instrumento de ritual (por exemplo, uma vara ou uma espada) e começa a desenhar um círculo imaginário no ar enquanto se move para a direita (sentido horário).
O mago continua lentamente em torno do perímetro em sentido horário até chegar ao ponto de partida, completando e fechando assim o círculo.
Quando os anjos da direção são invocados durante esta operação, o mago para em cada um dos pontos cardeais e invoca, em sucessão, o arcanjo do Leste, o arcanjo do Sul, o arcanjo do Oeste e o arcanjo do Norte.
Essa invocação pode ser complexa, ou então algo simples como "Que o arcanjo Rafael me proteja de todo o mal aproximando do Leste" (substituindo os outros arcanjos e direções nos outros pontos cardeais).
Ao final da cerimônia, o processo é invertido; cada um dos poderes direcionais é banido, enquanto o mago se move no sentido anti-horário.
Alguns conjuros se parecem mais com orações do que magia, como em "Conjurações dos Espíritos Bons", encontradas em Dictionary of Angels, de Gustav Davidson:
" Vós anjos gloriosos e benevolentes, Urza, Zlar, Larzod, Artal, que são os quatro anjos do Leste, eu os invoco, suplico e chamo para aparição visível..." ( p. 357).
Esse tipo de ritual mágico dos anjos é geralmente desconsiderado pelos observadores de anjos contemporâneos, que os veem como espíritos auxiliadores, que não devem ser manipulados.
E, embora talvez ainda sendo uma tradição viva aos praticantes da magia cerimonial, ele quase desapareceu do folclore popular.
Arcanjo Rafael: Leste
Quinto Raio
Chama Verde com raios dourados
Virtudes- verdade, dedicação, concentração, curas
Mestre Ascensionado- Hilarion
Arcanjo Miguel: Sul
Primeiro Raio
Chama Azul-rei com raios branco- cristalinos
Virtudes - Fé, força, poder, proteção, Vontade Divina
Mestre Ascensionado - El Morya
Arcanjo Gabriel: Oeste
Quarto Raio
Chama Branco Cristal
Virtudes- Pureza, artes, ressureição, ascensão
Mestre Ascensionado - Serapis Bey
ARCANJO URIEL: Norte
Sexto Raio
Chama Rubi com dourado
Virtudes- Paz, devoção, misericódia, curas
Mestra Ascensionada- Nada
Fontes: Davidson, Gustav. A Dictionary of Angels: Including the Fallen Angels, 1967. Reimpressão. Nova York: Free Press, 1971.
Guiley, Rosemary Ellen. The Encyclopedia of Whitches and Witchcraft. Nova York: Facts on File, 1989.

Nenhum comentário:

Postar um comentário